quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Assembleia aprova propostas de Léo Cunha para perfuração de poços artesianos em Governador Edison Lobão

Localizado a 30 km de Imperatriz, o município de Governador Edison Lobão poderá ser beneficiado com a perfuração de dois poços artesianos. A iniciativa foi tomada pelo deputado Léo Cunha, que fez duas indicações ao governo solicitando a viabilização dos poços. Conforme os pedidos feitos pelo parlamentar, deverão ser perfurados um poço no povoado Bananal e outro na sede da cidade.
Após terem sido aprovadas pela Mesa Diretora da Assembleia, as duas indicações foram encaminhadas, através de ofício, ao executivo, a fim de que o poder público viabilize seu atendimento.
Léo Cunha explica que tomou a decisão da solicitar a perfuração do poço para o povoado Bananal por ter conhecimento que os moradores daquela localidade não contam com nenhum tipo de fonte de água tratada, fato que coloca sua saúde em risco.
"Essas pessoas não podem continuar consumindo água de procedência duvidosa, pois podem adquirir várias doenças, o que torna a situação extremamente grave", disse.
Para o deputado, a perfuração dos poços, no povoado Bananal e na sede da cidade, dará aos moradores mais segurança tanto no consumo da água, que será devidamente tratada, quanto nas práticas básicas diárias de higiene.
Entre as diversas doenças que estão associadas ao consumo de água sem tratamento adequado estão: a diarreia infecciosa, a cólera, a leptospirose, hepatite e esquistossomose. Todas podem ser fatais, levando à morte o indivíduo.
É importante destacar ainda que no município há um grande número de crianças, que são ainda mais frágeis a contraírem essas doenças comumente transmitidas pela água contaminada e que merecem maior atenção.
"As crianças podem ser as mais prejudicadas, daí minha maior preocupação, pois uma vez que consomem essa água sem procedência, correm um risco ainda maior de ficarem doentes", alerta o deputado.
As duas indicações estão publicadas no diário da Assembleia do dia 20 de novembro, data em que foram aprovadas pelo legislativo. (Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário