quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Encontrado corpo de operador de máquinas


Acabou acontecendo o pior para a família do operador de máquinas pesadas Gersivan Angelo da Silva, que tinha 39 anos. Seu corpo foi encontrado no início da tarde dessa quarta-feira (21) em um matagal às margens do Riacho Cacau, entre os municípios de João Lisboa e Davinópolis.
Gersivan Angelo da Silva estava desaparecido havia mais de 40 dias. No dia 12 de outubro, ele saiu de casa, localizada na Rua Tiradentes, 525, bairro Mutirão, em João Lisboa, para buscar um trator na cidade de São Miguel do Tocantins, no Bico do Papagaio, e de propriedade do fazendeiro Antonio dos Reis Pereira Silva.
A máquina foi levada para uma chácara na zona rural de João Lisboa, onde no dia seguinte seria iniciado um trabalho em uma fazenda vizinha.
Segundo o homem identificado por Cristiano Lopes de Paula, que estava dormindo em um quarto onde também estava Gersivan, este começou a ter alucinações e dizia que tinha uma cobra em sua calça.
Por volta de 2 horas da madrugada, Gersivan teria tirado a calça jeans com a qual dormia e, só de cueca, disse que ia “bem ali”. Foi a última vez que foi visto, até o seu corpo ser encontrado no início da tarde de ontem.
O corpo, já em adiantado estado de decomposição, foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) em Imperatriz, onde será necropsiado. Até o início da noite, a perícia não havia informado qual teria sido o motivo da morte de Gersivan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário