domingo, 25 de novembro de 2012

Prêmio Fapema reconhece pesquisadores do Maranhão


O toque das caixeiras, acompanhando a execução do Hino Nacional, deu uma amostra das emoções que marcaram a noite desta sexta-feira (23), na entrega do Prêmio Fapema 2012, uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). O evento, que aconteceu no Hotel Luzeiros, chegou a sua oitava edição ainda mais fortalecido e consolidado como uma das mais importantes premiações científicas do Norte/Nordeste, agraciando 23 pesquisas realizadas por 39 pesquisadores, incluindo os orientadores.
Ao todo, foram distribuídos R$ 200 mil em prêmios, além de certificados e troféus. A cerimônia foi presidida pelo vice-governador, Washington Luiz Oliveira; pela secretária de Ciência e Tecnologia, Rosane Nassar Meireles Guerra; e pelo presidente da Fapema, Antonio Luiz Amaral Pereira. Reitores, pro-reitores, secretários de Estado, pesquisadores e representantes de empresas e instituições como Vale, Eletronorte, Sebrae, Senai, Senac e Fiema, participaram do evento.
Em seu pronunciamento, o vice-governador parabenizou os premiados e as instituições que “apoiam o desenvolvimento da pesquisa científica”. Ele destacou que é notório o empenho da Fapema e da Sectec, que têm trabalhado juntas em prol do desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão, estimulando a formação de recursos humanos e fomentando o desenvolvimento da pesquisa. “Este prêmio é um importante instrumento de estímulo e reconhecimento”, observou.
O presidente da Fapema explicou que o prêmio visa fortalecer a ciência e tecnologia com o intuito de incentivar a inovação no estado. Antônio Luiz, aproveito a solenidade para falar sobre os investimentos feitos pela Fundação ao logo deste ano. Ele relembrou, ainda, os ótimos resultados dos eventos científicos organizados e apoiados pela Fundação, a exemplo da SBPC e da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que colocou o Maranhão em primeiro lugar no ranking dos estados do Nordeste com maior número de atividades.
Reconhecimento
O Prêmio Fapema tem como objetivo reconhecer o talento dos pesquisadores locais, estimular a divulgação científica e tecnológica do Maranhão, e premiar iniciativas empresariais ou pessoais que contribuam para a preservação do conhecimento, com impactos e resultados para sociedade. “O Prêmio Fapema é uma das ações da Fundação que incentiva o apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico no Maranhão. O Governo do Estado é um dos grandes incentivadores desta iniciativa, já que, cada vez mais, destina recursos mais significativos para esse fim. Também temos o engajamento dos pesquisadores, sem ele nada disso seria possível”, destacou a secretária Rosane Guerra.
Falando em nome de todos os premiados, o doutor Antônio Augusto Moura da Silva, um dos vencedores da categoria Pesquisador Sênior, discorreu sobre o crescimento da pesquisa científica no estado. “Nos últimos anos, a realização de pesquisa científica no estado aumentou cerca de 700% e boa parte desses avanços se deve à Fapema, instituição que já é um patrimônio do povo maranhense. Desejo que o financiamento à pesquisa aumente ainda mais, já que, sem pesquisa de qualidade, não há desenvolvimento científico e tecnológico e, sem esse desenvolvimento, o padrão de vida das pessoas não se eleva”, concluiu.
Homenagens
Além de premiações, a noite foi marcada por homenagens a personalidades e instituições em reconhecimento a sua contribuição em prol do desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão. Instituições e empresas, como Eletronorte, Vale, Sebrae, Fiema, Senac e Senai, além das secretárias de Ciência e Tecnologia, Rosane Guerra, e da Cultura, Olga Simão, receberam a placa de Honra ao Mérito Científico e Tecnológico pelo trabalho em prol da ciência e tecnologia no estado.
Um dos pontos alto da premiação de 2012, que teve como tema “Ciência, Tecnologia e Cultura para a Promoção do Desenvolvimento Sustentável do Maranhão”, foi a homenagem às quebradeiras de coco que fazem parte da União do Clube de Mães do Município de Itapecuru-Mirim. Elas receberam uma placa de Honra ao Mérito em reconhecimento à conquista do Prêmio Finep, na categoria Tecnologia Social, Região Nordeste, com o projeto “Padaria Comunitária com Aproveitamento do Mesocarpo de Babaçu”. “Estamos muito felizes pelo reconhecimento, que é uma grande oportunidade de mostrarmos nosso trabalho a todo o estado”, afirmou Maria Nega, vice-presidente do Clube de Mães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário