quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Assinado contrato de jovens do Estágio Viva Primeiro Emprego

 

A solenidade entre as empresas e os estagiários foi realizada nesta quarta-feira (5).
 
Foto: Divulgação/Secom
SÃO LUÍS - A primeira turma selecionada pelo Estágio Viva Primeiro Emprego inicia atividades na segunda-feira (10). A solenidade de assinatura dos contratos entre as empresas e os estagiários foi realizada nesta quarta-feira (5), no Palácio Henrique de La Rocque, com a participação da governadora Roseana Sarney. O programa do governo estadual, realizado sob a coordenação da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectec), contou com a presença dos secretários de estado Luis Fernando Silva (Casa Civil) e Rosane Guerra (Sectec), além de representantes de instituições de ensino.

"Temos feito um grande esforço para atrair investimentos para o Maranhão e esperamos que as empresas aproveitem a mão de obra maranhense", declarou Roseana Sarney. Ela lembrou que o programa, idealizado no seu primeiro mandato, foi suspenso, mas, agora, volta com a determinação de abrir vagas no mercado de trabalho para jovens que ainda não tiveram a oportunidade de mostrar o seu potencial.

"Aproveitem a oportunidade, tenham garra, demonstrem competência e todos vão conquistar os seus objetivos", aconselhou a governadora. Ela disse que está muito confiante na nova versão do programa que encaminha os jovens após passarem por um curso de formação. "O diferencial é que todos estão preparados, atendendo a expectativa e as vagas abertas pelas empresas que são parceiras fundamentais do programa".

Na ocasião, também foi assinado termo de cooperação técnica com as instituições de qualificação profissional que participam do programa: Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Universidade federal do Maranhão (UFMA), entre outras.

Para o secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, o Programa Primeiro Emprego é exemplo para o Brasil. "É dever do Estado, ajudar os jovens a ingressarem no mercado de trabalho. São eles que contribuem para o desenvolvimento do país. Nossa expectativa é de que após o estágio, a maioria seja absorvida pelas empresas", ressaltou.

Para a empresária, Eucinete Coutinho, o Governo do Estado está proporcionando aos jovens uma chance essencial que vai mudar a vida deles. Proprietária de uma empresa que trabalha com gestão de documentos, lembra que teve muitas dificuldades para ingressar na área que escolheu trabalhar. "Sou formada em biblioteconomia e tive muita dificuldade para fazer meu estágio. Mesmo com dificuldade consegui e espero que os estagiários do Primeiro Emprego usufruam dessa oportunidade que está sendo dada pelo Governo do Estado", declarou.

Aos 20 anos, Renan França diz estar otimista para iniciar logo o estágio. Ele fez o curso de Nutrição e Saúde e considera o programa estadual como muito importante para quem não tem experiência. "Essa é a minha primeira oportunidade de trabalho, vou abraçar com garra e espero fazer carreira na área de nutrição", declarou.

O evento contou com a participação de secretários de Estado, empresários, representantes de instituições de ensino e alunos. A secretária Rosane Guerra explicou que nessa primeira etapa serão encaminhados aproximadamente 300 estagiários para 70 empresas nos municípios de São Luís, Imperatriz, Açailândia, Caxias e São José de Ribamar. "Nossa meta é atender a 7.500 estagiários até julho de 2013", anunciou.

Rosane explicou que os editais para cadastro de empresas e seleção de estagiários continuam abertos na página do Primeiro Emprego (www.primeiroemprego.ma.gov.br). A nova chamada para as empresas fica aberta até o dia 1º de março.

Ela disse, ainda, que o programa está em conformidade com a Lei de Estágio, nº 11.788/2008: empresas com um a cinco funcionários só podem solicitar um estagiário; de seis a 10 funcionários, até dois; de 11 a 25 empregados, até cinco; e acima de 25 empregados, até 20% do número total de funcionários. Cabe ao governo o pagamento da bolsa no valor de R$ 622,00 e do seguro obrigatório contra acidentes no valor de R$ 15, e à empresa o pagamento do vale-transporte.

Ao final de cada rodada para cadastramento das empresas será lançado edital voltado aos estagiários, com o número, localidade e área das vagas. A meta é oferecer até 2014, 15 mil vagas de estágio em empresas por todo Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário