sábado, 22 de dezembro de 2012

Em Buriticupu, ‘Palácio Maracajá’ construído há quatro décadas é incendiado

incendio 3 EDITADA
O prédio tombado (patrimônio histórico do municio), já foi sede do governo do estado na década de 1.970, prefeitura e atualmente hospedava o departamento de tributos do município!
Buriticupu – Clima tenso em Buriticupu. Era aproximadamente 02h00 da madrugada deste sábado (22/12), quando o ‘Palácio Maracajá’, construído na década de 1.970 para abrigar o então Governador do Maranhão Pedro Neiva de Santana e sua comitiva em visitas ao Projeto de Colonização de Buriticupu foi incendiado.
O prédio tombado (patrimônio histórico do municio), já foi sede do governo do estado na década de 1.970, a prefeitura e atualmente hospedava o departamento de tributos do município.
Palacio Maracajá
O incêndio é no mínimo curioso, uma vez que o fogo se alastrou em uma ‘Velocidade Luz’, não dando tempo para as pessoas conter as chamas, que em poucos minutos, transformou toda estrutura em cinzas, destruindo moveis, computadores e documentos importantes, como: Alvará de funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais da cidade, imposto predial territorial urbano (IPTU), notas fiscais e outros documentos comprometedores.
Segundo informações, em uma das salas do prédio ficava uma vasta documentação referente a prestação de contas do atual prefeito do município Antonio Marcos de Oliveira, o “Primo”, o que ainda precisa ser confirmado.
De acordo com os primeiros levantamentos feitos pela a polícia judiciária, há fortes indícios de o incêndio ser criminoso, pois ao que indica foi planejado para que não houvesse chance de ser barrado.
O delegado da cidade, Carlos Alessandro Rodrigues Assis já determinou que área fosse isolada até a chegada de peritos do instituto de criminalística do maranhão (ICRIM), que farão pericia no local para que possam emitir laudo apontando as causas do incêndio.
A segurana na cidade deve ser reforada, uma vez que o clima é de muita tensão.
Por Antonio Marcos
Fotos/L. Silva (Radialista)

Nenhum comentário:

Postar um comentário