domingo, 2 de dezembro de 2012

Gusa Nordeste S/A Pode criar a 5º turma de trabalhadores

 

Açailândia-MA - Diretores do Grupo Ferroeste, procuram sindicalistas para a criação da 5º "turma" na Siderurgica Gusa Nordeste formando assim as Turmas A, B, C, D e E - Segundo os diretores do Grupo Ferroesta o objetivo da criação da 5ª turma adicional é diminuir a carga horária na operação da Usina Siderúrgica e possibilitar horário de treinamento e capacitação para os funcionários que trabalham nos turnos de revesamento da Usina, esse treinamento será realizado na Aciaria do Grupo Ferroeste que está em fase de construção no Pólo Industrial do Pequiá, segundo os diretores do grupo essas medida contempla todos os trabalhadores da GUSA NORDESTE para se capacitarem para que possam trabalhar na ACIARIA, o desejo do Grupo Ferroeste e que a maior parte da mão de obra seja de Açailândia, atualmente a carga horaria de trabalho na GUSA e de 180 horas adicionadas de mais 40 horas extras, com a criação da 5ª turma será trabalhado 180 horas na GUSA NORDESTE as outras 40 horas mensais que completam a jornada de 220 horas serão utilizadas no treinamento para operação da ACIARIA, a GUSA NORDESTE estará investindo na qualificação e no desenvolvimento de seus funcionários, priorizando a mão de obra Propriá na contratação de novos funcionarios de sua Usina de Aços Longos.

Segundo o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Açailândia e Região Sul do Maranhão Jarlis Adelino, o departamento jurídico do STIMA havaliou a proposta enviada ao Sindicato para esse acordo com a categoria, e o Sindicato constatou que não haverá qualquer alteração na carga mensal de trabalho nem valor salarial liquido recebido pelos trabalhadores qua já trabalham nos turnos. A diferença é que os funcionários dedicarão parte de sua carga horária de trabalho aos treinamentos de qualificação para a Usina de Aço. Os Funcionários dos turnos continuarão tendo em torno de 07 dias de folgas por mês, o que pode mudar e a forma da escala de trabalho, mais esse detalhe segundo Jarlis Adelino será discutido com os trabalhadores. Jarlis Ainda afirma que essa atitude do Grupo Ferroeste e nobre pois se trata de valorização de mão de obra local que é muito cobrado pelo sindicato é que nesse momento Açailândia já passa a colher fruto do novo empreendimento, são novos postos de trabalho que sugirá nos próximos dias, movimentando e dando maior musculatura a nossa economia. Jarlis Ainda disse que esse modelo de criação da 5ª turma e bem diferente da implantada pelas siderurgicas em 2009, que ocasionou a greve dos trabalhadores em 2011. Essa 5ª turma se criada na GUSA não será difinitiva será temporaria tempo suficiente para a qualificação da mão de pbra pretendida finalizou.

- Segundo Informações da Secretaria jurídica do STIMA, os dirigentes sindicais do STIMA terão uma reunião no próximo dia 03 de dezembro segunda-feira pela manhã para discutir os detalhes da implantação ou não da 5ª turma.
Fonte / Sec. de Imprensa do STIMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário