quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Empossado, Edvaldo critica Castelo e lamenta abandono de SL

Em discurso, novo prefeito afirmou que está recebendo uma prefeitura de 'terra arrasada'.



Foto: Ingrid Assis/Imirante
SÃO LUÍS – São Luís, oficialmente, tem um novo prefeito para os próximos quatro anos. No fim da tarde desta terça-feira (1º), Edvaldo Holanda Junior foi empossado no novo cargo em solenidade realizada no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), no bairro da Cohama. A solenidade, que começou com uma hora de atraso e que não contou com a presença do ex-prefeito João Castelo, também empossou o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha.
Devido à ausência do ex-prefeito João Castelo na solenidade, nenhuma autoridade foi chamada para entregar a faixa de comando municipal ao prefeito Edvaldo Holanda Junior. Coube ao próprio prefeito assumir esta função.
“Assumo, neste momento, a responsabilidade maior e concedida por este bravo povo de governar minha querida São Luís. É um privilégio de poucos. A esperança que veio das ruas me encheu de fé. É hora de reconstruí-la com muito carinho e amor. Convoco a minha equipe para colocar em ordem a nossa cidade. A tarefa não é fácil. Os desafios são muitos. A cidade está em estado de abandono. Na educação, 130 mil alunos ficaram fora da sala de aula. Elas levarão para sempre em seus currículos a marca daquela administração. Nenhum administrador tem o direito de roubar o futuro das crianças. O transporte público está em situação de colapso. Na saúde, o serviço do Samu foi praticamente paralisado. Os Socorrões estão em situação de calamidade pública. Essa situação nos causa profunda indignação”, discursou após ser empossado.
O novo prefeito da capital maranhense assumiu a prefeitura com o discurso de resgatar São Luís. Segundo Edvaldo Holanda Junior, ele está recebendo uma prefeitura de “terra arrasada” referente a uma “administração irresponsável”.
“Sabemos que estamos pegando uma prefeitura de terra arrasada de uma administração irresponsável. Vamos fazer uma gestão com metas e cobrando resultados”, declarou Edvaldo.
Edvaldo Holanda Junior ainda criticou a gestão anterior por ter priorizado o pagamento de fornecedores em detrimento do pagamento dos servidores municipais.
“Infelizmente as informações que chegam é que ele priorizou o pagamento de fornecedores ao invés da folha de pagamento dos servidores. Este é o retrato do governo que saiu. Tivemos uma transição que não foi nada amistosa. A atual gestão dificultou ao máximo o relacionamento entre a nossa equipe e a deles. A gestão que finda nos deixa cerca de R$ 500 milhões a pagar. Recebemos uma prefeitura quebrada. A nossa responsabilidade é resgatar a prefeitura do caos, a cidade dos caos que se encontra”, afirmou o novo prefeito de São Luís.
O novo prefeito de São Luís garantiu que não irá tolerar a corrupção. “A corrupção deve ser vista como crime hediondo. Tolerância zero. É por causa da corrupção que crianças ficaram fora da sala de aula e pessoas morrem de fome. É hora de trabalhar”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário