quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Ex-prefeito não pagou salários e 13º dos servidores de Davinópolis

 

Davinópolis – O prefeito Ivanildo Paiva (PRB), acompanhado dos secretários municipais Ires Carvalho (Administração), Julimar Hilarino (Saúde), Fernanda Paiva (Fazenda e Finanças), Antonio Ricardino (Educação), Elias Santos (Procurador do Município), Antonio Leite Mota (Assessor Jurídico) e Gessivaldo (chefe de gabinete), reuniu nessa terça-feira (8), às 20h30, no plenário Davi Alves Silva, da Câmara Municipal de Davinópolis, os representantes das categorias da educação, da saúde e da administração do município para esclarecer a situação financeira da prefeitura.
Na ocasião, o secretário Ires Carvalho (Administração) entregou aos dirigentes das entidades sindicais cópias dos extratos bancários das contas do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e do Fundeb (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica), referente aos meses de novembro e dezembro de 2012.
Ele disse ainda que na véspera de deixar o cargo o ex-prefeito Francisco Pereira Lima (PDT), o Chico do Rádio, conseguiu efetuar saques na ordem de quase R$ 2 milhões, inclusive recursos para execução de obras de saneamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
“O prefeito Ivanildo Paiva resolveu realizar essa reunião para mostrar aos servidores e à população como se encontra a situação financeira da Prefeitura de Davinópolis, uma vez que o ex-prefeito chegou a dizer que estava deixando recursos em caixa, inclusive do PAC, para conclusão de obras de saneamento básico”, disse.
Ires Carvalho afirma ainda que o ex-prefeito não deixou recursos nos cofres do município para que fossem feitos os pagamentos de salários de dezembro e o 13º salário dos trabalhadores da saúde e da administração. “Nós iremos sentar com cada categoria, fazer os planejamentos e os compromissos financeiros que serão acordados com o prefeito Ivanildo Paiva”, disse.
O prefeito Ivanildo Paiva lamentou que o ex-prefeito Chico Rádio não tenha deixado recursos para pagamento de salário e o 13º dos servidores do município de Davinópolis. Ele se colocou à disposição das entidades dos servidores municipais para prestar os esclarecimentos necessários sobre a situação financeira do município.
“Nós sabemos que é obrigação do município pagar os servidores, mas até essa data não temos previsão de recursos, pois não existe dinheiro nas contas da prefeitura”, disse ele, que também luta para suspender pagamentos de cheques que foram emitidos de forma aleatória pelo ex-prefeito Chico do Rádio. Ele garantiu que efetuará o pagamento dos servidores municipais com salários atrasados, contudo pediu a compreensão para que essa dívida, deixada pelo ex-prefeito, seja paga de forma gradativa até o mês de março. “Nós não recebemos da gestão passada sequer a folha de pagamento dos servidores, situação que requer a realização de um censo funcional”, finaliza. [Assecom]


Nenhum comentário:

Postar um comentário