domingo, 20 de janeiro de 2013

Nilson VHS, registrou na Delegacia Regional de Imperatriz uma denuncia contra o ex-prefeito de João Lisboa.



O publicitario Nilson VHS, disse a polícia que foi agredido com soco e ameaçado de morte dentro da casa de Emiliano Menezes. O motivo da confusão seria uma divida de campanha de R$ 70 mil reais do ex-prefeito com o publicitário que montou toda estrutura de palco, som, iluminação e registro da campanha de Emiliano para a reeleição em 2008.


O publicitário revelou ao Jornal da Difusora, da TV Difusora Sul em Imperatriz que o até reduziu o valor da divida para R$ 20 mil, mas não houve acordo e quando foi cobrar a divida teria recebido socos de seguranças, "Um me deu uma gravata. Um caseiro dele me deu murros nas costas, e Emiliano ficou pedindo que alguem lhe trouxesse o revolver, porque iria me matar", disse Nilson VHS chorando bastante.


Prefeito de João Lisboa por dois mandatos consecutivos, Emiliano foi afastado do cargo quatro vezes, três por improbidade administrativa e e uma sob acusação de abuso de poder econômico. Quando prefeito Emiliano só podia ser julgado em segunda instancia, mas fora do cargo será julgado pela Justiça em João Lisboa e se condenado, pode pegar até 12 anos de prisão e ser obrigado a devolver o dinheiro desviado, caso se confirmem as acusações do Ministério Público.


Com uma administração marcada por problemas Emiliano Menezes ainda tentou eleger um sucesso, mas foi derrotado com uma diferença de mais de quatro mil votos.

 

De: Jornal da Difusora São Luis - MA.

18 de janeiro de 2013.



Nenhum comentário:

Postar um comentário