domingo, 6 de janeiro de 2013

Polícia captura gato que levava armas e telefone para prisão

Gato levava brocas, fone de ouvido, cartão de memória, celular, entre outros itens para dentro de presídio

 
Divulgação/Superintendência Geral de Administração Penitenciária de Alagoas
Gato que transportava serras e telefone celular para dentro de presídio em Alagoas

Gato teria sido "equipado" por familiares de detentos

São Paulo - Os agentes penitenciários da prisão Desembargador Luiz de Oliveira Souza, na cidade de Arapiraca, em Alagoas, capturaram um gato que transportava para o interior do presídio, preso em seu corpo, serras e um telefone celular.
O diretor administrativo da prisão, Anderson Souza, explicou que o animal foi criado por um grupo de presos sem que os guardas percebessem e depois entregue durante um dia de visita a familiares dos detentos, que o "equiparam" e deixaram próximo do presídio para que o animal retornasse por conta própria ao local.
No total, o animal levava aderido ao seu corpo brocas, fone de ouvido, cartão de memória, celular, baterias e um carregador de telefone móvel.
'Nós ficamos perplexos com a nova tática dos detentos', disse Souza. O animal foi enviado ao Centro de Controle de Zoonoses de Arapiraca. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário