sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Quatro pessoas são mortas entre quinta e sexta em SP

 

Entre as vítimas está um policial militar aposentado.
Suspeito de assaltar supermercado foi morto por PMs.

 
Um policial militar aposentado e três pessoas morreram entre a noite desta quinta (10) e a madrugada desta sexta-feira (11) em diferentes pontos da cidade de São Paulo.

No fim da noite desta quinta, o policial militar aposentado Edson Luís Camargo da Cunha, de 47 anos, foi morto durante uma tentativa de assalto na Alameda dos Guaramomes, em Moema, na Zona Sul. O policial, aposentado há poucos meses, trabalhava como segurança particular e estava a serviço de um cliente quando foi atingido por três tiros.

Ele estava com o carro do empresário para quem prestava serviço e tinha ido buscar um amigo do patrão. Segundo a polícia, ele foi abordado por dois criminosos. A investigação está sob responsabilidade do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).
Na Vila Madalena, na Zona Oeste, um suspeito foi morto depois de tentar assaltar uma sorveteria na Rua Paulistânia, por volta das 21h20. Segundo a polícia, o criminoso chegou de moto e anunciou o assalto usando uma arma de brinquedo. Um investigador que estava no local reagiu e matou o suspeito.
Na Zona Sul, em Interlagos, dois assaltantes tentaram render um PM que estava no estacionamento de um hipermercado. Ele reagiu e atirou nos dois criminosos. Um deles não resistiu.
Na região dos Jardins, um adolescente de 14 anos que tentou assaltar uma pessoa em um ponto de ônibus, próximo à Avenida Estados Unidos, foi baleado na Avenida Nove de Julho. Após ser ferido, ele jogou a arma de brinquedo em uma lixeira.
No Jardim São Luís, na Zona Sul, três pessoas ficaram feridas e um homem morreu na noite desta quinta-feira após um homem abordar a ex-namorada e o atual companheiro dela no momento em que chegavam de carro. Houve discussão. O atual namorado pediu ajuda para dois amigos, pai e filho, que chegaram em uma motocicleta. Todos foram atingidos pelos disparos e precisaram de atendimento médico. O amigo mais velho morreu no hospital. O suspeito de dar os disparos fugiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário