quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Sharp negocia venda à Lenovo de fábrica de TV na China, dizem fontes

 

Empresa quer se desfazer de ativos e melhorar as finanças.
Negociações foram noticiadas inicialmente pelo jornal 'Nikkei'.

Homem observa televisores da Sharp em uma loja de eletrônicos em Tóquio (Foto: Reuters)Homem observa televisores da Sharp em uma
loja de eletrônicos em Tóquio (Foto: Reuters)
A Sharp pode vender à Lenovo uma fábrica de TVs na China, dentro dos esforços para se desfazer de ativos e melhorar as finanças, de acordo com fontes.

A fabricante japonesa negocia com a Lenovo a venda da unidade de LCDs em Nanking e a formação de parcerias com a companhia chinesa na China, disseram duas fontes da indústria familiarizadas com as discussões à Reuters.

Em comunicado à Bolsa de Tóquio, a Sharp disse que não havia anunciado nenhuma negociação. As conversas haviam sido noticiadas inicialmente pelo jornal “Nikkei”, do Japão.

A Sharp já vinha negociando com a Hon Hai a venda da unidade de TV na China e de uma fábrica no México. A companhia de Taiwan, que também negocia comprar uma parte da Sharp e já comprou uma fábrica de LCD da companhia no Japão, pode agora se limitar a ficar com a unidade mexicana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário