quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Polícia acha corpo em cabana onde estava suspeito de matar policiais



Suspeito de matar policiais foi perseguido e se escondeu em cabana.
SWAT invadiu área e corpo foi encontrado no local, informou agência.

Site da rede ABC mostra imagens do incêndio dna cabana on de o ex-policial Christopher Dorner estava foragido nestya terça-feira (12). (Foto: Reprodução)
Site da rede ABC mostra incêndio em cabana no
sul da Califórnia onde o ex-policial Christopher
Dorner estava foragido. (Foto: Reprodução)
Um corpo foi encontrado noite desta terça-feira (12) dentro da cabana nas montanhas de San Bernardino, onde se escondia um suspeito de matar policiais nos Estados Unidos, informou a agência de notícias Reuters. A suspeita é que o corpo seja do ex-policial Christopher Dorner, que prometeu vingança contra os colegas após ser demitido.
Dorner fugiu para a cabana no sul daCalifórnia após trocar tiroteio com policiais que tentavam capturá-lo. De acordo com uma fonte policial que não quis se identificar, um único tiro foi ouvido dentro da cabana e, depois, ninguém mais saiu do local, informou a Associated Press.
Por volta das 22h20, a equipe da SWAT invadiu a cabana . Havia fumaça no local, informou a rede CNN.
Mais cedo, um dos dois policiais feridos no tiroteio durante a perseguição a Dorner morreu, segundo informações da agência Reuters e do jornal 'Los Angeles Times'.

Foragido
Nesta terça-feira, o departamento de polícia da cidade de Riverside alertou que o fugitivo invadiu uma casa, amarrou um casal e roubou sua caminhonete nas montanhas de San Bernardino, antes da troca de tiros.

As autoridades processaram Dorner pelo assassinato de um policial de Riverside. Foragido há seis dias, ele responde a acusações que podem levá-lo ao corredor da morte.
O ex-policial e reservista da Marinha  é suspeito de matar três pessoas e ferir outras duas.
Os policiais de Los Angeles são o alvo citado por um manifesto postado online por Dorner, em que ele prometeu se vingar de dezenas de pessoas, particularmente policiais, por sua demissão.
O policial demitido Christopher Jordan Dorner em foto sem data divulgada pela polícia de Los Angeles (Foto: AP)O policial demitido Christopher Jordan Dorner em foto sem data divulgada pela polícia de Los Angeles (Foto: AP)
O Departamento de Polícia de Los Angeles, junto a outras agências e o FBI, mantém sob proteção 40 pessoas mencionadas no manifesto-ameaça de Doner.
O fugitivo foi descrito pelas autoridades como um homem negro, de 1,80 m e 120 kg, "armado e extremamente perigoso".
* Com informações da Reuters e da AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário