terça-feira, 30 de abril de 2013

Boliviano chega por empréstimo até o fim do ano, mas pai dele desconhece negociação.

Marcelo Moreno no treino do Grêmio (Foto: Lucas Uebel / Site Oficial do Grêmio) O Flamengo espera apenas a assinatura do contrato para anunciar Marcelo Moreno como primeiro reforço para o Campeonato Brasileiro. Especulado desde o início do ano no clube e sem espaço no Grêmio de Vanderlei Luxemburgo, Marcelo Moreno chega por empréstimo até o fim do ano, com opção de compra dos direitos econômicos em outubro, e coloca um ponto final na soberania de Hernane no ataque do Flamengo. O acerto entre os clubes e o jogador já foi sacramentado e o anúncio depende apenas de trâmites burocráticos. Toda documentação já está nas mãos do departamento jurídico.
Mesmo com o acerto encaminhado, o pai do jogador, Mauro Martins - que havia chamado o Flamengo de "equipe fracassada" em fevereiro -, desconhece a transferência do filho para o Rubro-Negro. Conhecido por suas declarações polêmicas - dadas por "impulsividade", segundo o atacante -, Mauro Martins não participa da negociação entre os dois clubes, uma vez que o jogador é empresariado por Fabiano Farah.
- É mentira, não acertou nada. Ele vai ficar no Grêmio, que é o clube que o contratou por quatro anos. Só acredito quando o meu filho falar: "Papai, estou indo para o Flamengo". Isso de o Flamengo falar que contratou e o Grêmio que vendeu eu não acredito em ninguém, só no meu filho. Sou o homem mais feliz pelo meu filho não estar jogando. O Grêmio está mal na Libertadores e ele não vai ser culpado pela eliminação.
O Rubro-Negro busca ainda mais quatro nomes para o restante da temporada. De olho no mercado “emergente”, como definiu a diretoria, o clube tem outros reforços de clubes pequenos engatilhados. Um lateral-direito, um zagueiro e dois meio-campos são desejados.
Afastado do elenco do Grêmio desde a última semana, Moreno é esperado no Rio de Janeiro nos próximos dias. O atacante não entra em campo desde 24 de fevereiro, na derrota por 2 a 1 do Tricolor Gaúcho contra o Internacional. Na temporada passada, o boliviano foi o artilheiro da equipe, com 22 gols marcados. As chegadas de nomes como Barcos e Vargas, para a disputa da Libertadores, no entanto, o fizeram perder espaço.
 
saiba mais
No Flamengo, o nome do atacante chega acompanhado pela polêmica protagonizada pelo pai dele. Após o jogador ser oferecido ao Palmeiras na negociação por Barcos, Mauro Martins reclamou publicamente, chamou o Grêmio de timinho e o Alviverde e o Flamengo de “equipes fracassadas”. Já o atacante elogiou publicamente os dois clubes criticados pelo seu pai.
Na manhã desta segunda-feira, o Rubro-Negro já tratava o negócio como praticamente certo, mas os gaúchos pisaram no freio. O assessor de futebol, Marcos Chitolina, chegou a dizer que, diante da proposta apresentada, não haveria negócio. Contatos do diretor de futebol, Paulo Pelaipe, com a diretoria gremista, porém, decretaram o acerto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário