terça-feira, 30 de abril de 2013

Ronaldo, Parreira e Mano concordam: Neymar deve jogar na Europa

          

Fenômeno diz que atacante não tem mais o que evoluir no país. Ex-técnico da Seleção lembra que foi criticado até por Pelé por defender saída

Ronaldo, Carlos Alberto Parreira e Mano Menezes concordam sobre Neymar: o atacante do Santos já deveria estar atuando no exterior há um bom tempo. Na edição de aniversário de dez anos do "Bem, Amigos!", o Fenômeno afirmou que acredita que o atacante chegou a um ponto que não vai evoluir mais o seu futebol se permanecer no Brasil.
- Ele só vai crescer quando for jogar fora do Brasil. E de preferência em um grande clube europeu - afirmou.
Na opinião de Mano Menezes, o santista precisa de novos desafios para melhorar o seu desempenho.
- Era óbvio que o que aconteceu com o Neymar iria acontecer. Existia uma diferença muito grande dele sobre os demais. Quando você tem desafios a serem alcançados, você trabalha  para superá-los todos os dias. E quando eles passam a não existir mais, você não trabalha do mesmo jeito. E os desafios dele passaram a não existir mais. Ele estava sobrando na turma. E aí era a hora desses desafios serem colocados à frente dele. Como o potencial dele é muito bom, se ele tivesse ido antes, ele já encontrado soluções para o que ele vem encontrado dificuldades - disse Mano.
O treinador lembrou que foi criticado quando estava na Seleção por defender a transferência do jogador para o futebol europeu.
- No Brasil, é meio engraçado. Quando você enxerga um pouquinho antes e fala antes, toma porrada para caramba. Sofri. Me chamaram de corintiano. Que eu era contra o Santos. Até o Rei (Pelé) disse que eu não gostava do Santos. Que eu queria ver o Neymar fora.
Bem Amigos 10 anos - Mano Menezes Ronaldo Parreira (Foto: Marcos Ribolli) Mano Menezes, Ronaldo e Parreira defendem que Neymar atue no exterior (Foto: Marcos Ribolli)
Coordenador técnico da Seleção, Carlos Alberto Parreira afirmou que Neymar deveria ter ido para o exterior "há pelo menos há uns dois anos". E disse, que se o santista tiver que sair, deve se transferir na janela do meio do ano.
- Agora está muito em cima da Copa. Tem um processo de adaptação. Por melhor que ele seja, qualquer jogador passa por isso. Se tiver que ir, que vá nesta janela. Em dezembro, não, porque é inverno, é complicado. E para um time que ele vá para ser titular. Para não jogar, é melhor ficar por aqui.
Para Ronaldo, o santista está recebendo uma responsabilidade exagerada na Seleção.
- É uma responsabilidade muito grande que estão colocando nas costas do Neymar. E é injusta. Ele é atacante, mas nunca foi o responsável de fazer os gols, nem no Santos. Ele é jovem, a equipe não está formada, tudo isso está dificultando. Não tenho nenhuma dúvida do talento dele - disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário