segunda-feira, 3 de junho de 2013

Recursos liberados para as Academias da Saúde em Imperatriz

IMPERATRIZ – O Deputado Federal Davi Júnior (PR-MA) anunciou que o Ministério da Saúde liberou a verba de R$ 2 milhões para a construção de Academias da Saúde na cidade de Imperatriz. Os recursos foram destinados à Prefeitura de Imperatriz por indicação de Davi Júnior e agora a administração municipal pode dar andamento à construção de novas unidades e adequação de algumas estruturas.
Deputado Davi Junior, trazendo mais obras para a região tocantina
“O Prefeito Sebastião Madeira garantiu que o dinheiro já foi disponibilizado na conta da prefeitura e que as academias estarão todas prontas no prazo de seis meses e que a mais adiantada e a unidade localizada no Beira Rio. Acredito na capacidade operacional da equipe do Prefeito Madeira e creio que ele entregará esse presente à população de Imperatriz antes desse prazo de 180 dias”, afirmou Davi Júnior.
As academias serão construídas nos bairros Santa Inês, Parque do Buriti, Conjunto Vitória, Parque Alvorada I, Parque Alvorada II, Setor Recanto Universitário, Setor Dom Afonso Felipe Gregory, Setor Vilinha, Setor Caema, Setor União, Setor Santa Rita e Beira Rio. Além de facilitarem a prática do exercício físico, esses aparelhos públicos se tornam pontos de encontro da comunidade.
Projeto
O Programa Academia da Saúde (Portaria nº 719/2011) é coordenado pelo Ministério da Saúde e tem como principal objetivo contribuir para a promoção da saúde da população a partir da implantação de pólos com infraestrutura.
A prática de exercícios regulares contribuiu para a prevenção de diversas doenças crônicas, como hipertensão arterial (pressão alta), diabetes e colesterol elevado (excesso de gordura ruim no sangue). A hipertensão é responsável pela morte de 9,4 milhões de pessoas, por ano, em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Estima-se que, por conta do colesterol elevado, mais de 320 mil pessoas cheguem ao óbito todos os anos no Brasil, em decorrência de problemas cardiovasculares. Já a diabetes mata mais que acidentes de trânsito e a Aids.

Nenhum comentário:

Postar um comentário