quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Antônio Pereira consegue benefícios para Imperatriz

  • ()
    Divulgação
O deputado Antônio Pereira (DEM) anunciou nessa segunda-feira (25), durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (SES), vai beneficiar Imperatriz com um Hemocentro, um Centro de Hemodiálise, de 35 leitos, com a perfuração de 10 poços artesianos, de 450 metros, e com uma bomba de R$ 3 milhões, para duplicar o sistema de coleta e distribuição do rio Tocantins e acabar com os constantes problemas de falta d’água na cidade.
O democrata adiantou que os benefícios foram garantidos pelo próprio secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad, durante sua visita a Imperatriz, junto ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Segundo ele, foram feitas negociações com o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSD), no sentido de que a Prefeitura de Imperatriz pague em dia as contas da Caema e os recursos sejam revertidos em benefícios para a população.
De acordo com Antônio Pereira, durante a reunião o prefeito Sebastião Madeira se colocou à disposição da Secretaria de Saúde no sentido de pagar em dia todas as contas da Caema. O pagamento das contas dos prédios públicos de Imperatriz foi confirmado pelo próprio prefeito Sebastião Madeira, em telefonema ao deputado Hélio Soares, durante a sessão de ontem da Assembleia.
O parlamentar lembrou que, durante oito reuniões, participou das negociações para levar os benefícios para Imperatriz, cinco delas com o presidente da Caema, Moreira Lima, e mais três com o próprio secretário Ricardo Murad. “Infelizmente, um blog de Imperatriz negou minha iniciativa. Em nome do povo de Imperatriz, quero dizer que participei ativamente da construção da solução para acabar com os problemas da falta d’água”, afirmou.
Agradecimentos
Antônio Pereira aproveitou o pronunciamento para agradecer a Alexandre Padilha e a Companhia Vale do Rio Doce (Vale), os dois doadores da Unidade Móvel de Prevenção ao Câncer, equipado com quatro consultórios e um mamógrafo digital, com capacidade para realizar 50 exames por dia, voltados ao combate a três tipos de câncer: de mama, de útero, de próstata e de pele.
Conforme Antônio Pereira, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, prometeu mobiliar o Ministério do Planejamento, para construir um hospital de 500 leitos em Imperatriz com a maior brevidade. O novo hospital deve substituir o antigo “Socorrão”, o maior hospital público de urgência e emergência da região Tocantina, que hoje não atende mais à população de forma adequada. (Assecom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário