sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

“Caos na Educação” leva professores a protestar contra prefeita de Itinga do Maranhão"



Itinga 1
Protesto aconteceu no povoado Cajuapara
Na última terça-feira dia (3), professores da cidade de Itinga do Maranhão se reunião em praça pública no Povoado Cajuapara, onde na oportunidade, mostraram através de dados via telão, algumas situações que segundo os mesmos não são conhecidas pela população daquele município.
Bugica
Pres. do SINTEEIMA, José Francisco de Sousa Mendes
Segundo José Francisco Sousa Mendes, presidente do SITEEIMA – Sindicado dos Servidores em Estabelecimento de Ensino de Itinga do Maranhão, o objetivo da reunião foi chamar  atenção da população para os descasos que  administração está cometendo no município, outra situação é o acordo coletivo que não terminou, “estamos chegando ao final do ano e acordo até agora não terminou simplesmente por que a prefeita diz que não vai sentar com o sindicado por que não tem interesse. Então por este motivo estamos reivindicando nosso direitos”.
Ainda de acordo com  informações do presidente do SITEIMA, a prefeitura elaborou um folha  com os reajuste, e eles discordaram ,”eles (prefeitura) elaboraram uma folha, mas discordamos e a justiça nos deu o direito de fazer uma nova folha e assim o fizemos e a prefeitura rejeitou.   Por isso está decisão está na justiça” disse o presidente do sindicado.
Na oportunidade os professores mostraram através de slides, dados dos recursos e verbas que o município recebe com informações do Diário Oficial, banco do Brasil, FPM dentre outras fontes. Com base na receita segundo Jose Francisco, Itinga do Maranhão poderia ter uma educação melhor além da melhoria da qualidade em outros serviços: saúde, infra-estrutura, ação social  dentro outros, mas ao invés  disto, a prefeitura se dispõe a realizar gastos com  recursos da  população em obras e evento sem necessidade enquanto que  o povo  sofre sem ter um remédio nos posto de saúde.
Nos slides, os professores mostraram as péssimas condições das estradas vicinais, escolas e creches inacabadas. Enquanto isso, a população fica sem uma resposta, já que a prefeita segundo o sindicado, não é vista na cidade, Apenas na TV e Blogs da região.
Inoticiasma

Nenhum comentário:

Postar um comentário