sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

'Pensei em fazer ele vesgo', brinca Mazzeo sobre papel que lembra Luan


Ator interpreta cantor Renan e diz que filme satiriza sertanejos em geral.
Astro de 'Muita calma nessa hora 2', que sai nesta sexta, fala ao G1; veja.

Bruno Mazzeo como o cantor sertanejo Ronan no filme 'Muita cama nessa hora 2' (esquerda) e Luan Santana em foto de divulgação do disco 'Quando chega à noite'. Apesar da semelhança do nome e até do casaco usado no filme, o humorista nega que o personagem seja referência direta a Luan (Foto: Divulgação)Bruno Mazzeo como o cantor sertanejo Renan no filme 'Muita cama nessa hora 2' (esquerda) e Luan Santana em foto de divulgação do disco 'Quando chega à noite'. Apesar da semelhança dos nomes que rimam e até dos casacos, o humorista nega que o personagem seja referência direta a Luan (Foto: Divulgação)
Bruno Mazzeo, que interpreta um cantor sertanejo no filme "Muita calma nessa hora 2", falou ao G1 sobre a sátira ao estilo que fez através do personagem. A comédia estreia nesta sexta-feira (17). Ele afirmou que o astro fictício Renan não teve inspiração específica em Luan Santana, ou em um cantor só. A piada, segundo ele, foi com no gênero sertanejo universitário em geral. Mas Mazzeo brincou sobre a construção do personagem na entrevista: "Pensei em fazer ele vesgo", disse, em referência a Luan. Veja ao lado entrevista de Bruno Mazzeo ao G1.
Não foi a primeira vez que Mazzeo fez comentário do tipo sobre Luan. Em 2010, ele discutiu com fãs do cantor no Twitter após dizer que "Luan Santana é a versão vesga do Wagner Moura". Na entrevista sobre o lançamento, Mazzeo esclareceu que o novo comentário foi uma brincadeira e afirmou: "Não há uma referência direta ao Luan Santana, nem ao Gusttavo Lima, nem outro. Há uma referência ao estilo sertanejo universitário tão comum, que a gente vê nas baladas, na TVs, nas rádios". Veja um clipe de "Paracadá", do cantor fictício Renan.
Mazzeo como o cantor fictício Ronan e Luan Santana na divulgação do disco 'Quando chega a noite' (Foto: Divulgação)Mazzeo como o cantor fictício Renan e Luan na
contracapa do disco 'Quando chega a noite' (Foto:
Divulgação)
Novo filme em festival de música
A sátira aos sertanejos não é a única piada com a música pop brasileira em "Muita calma nessa hora 2". O filme, que tem várias cenas em um festival de música no Rio, faz graça com uma banda semelhante aos Los Hermanos (com a fictícia Los Cunhados) e com um fã de Chiclete Com Banana, interpretado por Lúcio Mauro Filho. Jota Quest e Marcelo D2 fazem participações no filme.
"Acho que não é nada ofensivo. Mas é uma comédia, uma sátira, a tinta é mais forte. A gente vai ver os 'Los Cunhados', e vai fazer uma referência direta. Mas ao mesmo tempo, o Marcelo Camelo não está sendo sacaneado, não tem uma referência direta a ele. Ele [o personagem] é esse cara que existe, na música ou não. O poeta de barba, que vai ver filme iraniano, toca violão e as mulheres ficam apaixonadas por ele", disse Bruno.
"Todos os personagens têm essa carga [de sátira]", diz o diretor Felipe Joffily, também em entrevista ao G1. O cineasta aponta essas caricaturas como uma característica do filme desde o primeiro lançamento, de 2010. "Têm uns que ficam mais óbvios, talvez, pois a linguagem do próprio personagem é essa. Mas o Luan também parece um monte de gente, e um monte de gente parece o Luan", argumenta.
O quarteto que protagoniza 'Muita calma nessa hora 2' (Foto: Divulgação / Fernanda Guinle)O quarteto que protagoniza 'Muita calma nessa
hora 2' (Foto: Divulgação / Fernanda Guinle)
Reencontro de amigas
A exemplo do longa anterior, a trama gira em torno de quatro amigas: Mari (Gianne), Tita (Andréia), Aninha (Fernanda Souza) e Estrella (Débora). Elas agora se reencontram três anos depois da viagem a Búzios mostrada na primeiro capítulo.
"Mari está coordenando a produção de um grande Festival de Música no Rio e convida as amigas para o evento", explica a sinopse. "Enquanto isso, Pablo (Nelson Freitas) e Rita (Maria Clara Gueiros) abrem uma pousada na cidade." O cenário principal muda para o Rio. Além de Mazzeo, assinam o roteiro Lusa Silvestre e Rosana Ferrão.
Há mais de 30 participações. Lúcio Mauro Filho, Marcelo Adnet, Heloísa Périssé, Marcelo Tas e Mazzeo já estiveram em "Muita calma nessa hora 1" e retornam. A eles, juntam-se nomes como Alexandre Nero, Helio de La Pena, Alexandra Richter, Marco Luque, Marco Bravo, Emilio Orciollo Netto, Paulo Silvino, Rafael Infante e Luis Lobianco (ambos do grupo Porta dos Fundos), Daniel Filho e Otavio Mesquita.
Fernanda Souza e Débora Lamm em 'Muita calma nessa hora 2' (Foto: Divulgação / Fernanda Guinle)Fernanda Souza e Débora Lamm em 'Muita calma nessa hora 2' (Foto: Divulgação / Fernanda Guinle)

Nenhum comentário:

Postar um comentário