quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Aprovado projeto que garante terreno para construção de sede da FAMEM




A Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira (11) projeto de lei, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Governo do Estado a doar à Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) terreno, localizado em São Luís, para construção da sede própria da entidade municipalista.
A construção da sede própria da Federação é um sonho antigo dos prefeitos e prefeitas maranhenses e uma das metas contidas no plano de trabalho do presidente da entidade, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar).
'É um sonho que, finalmente, tornou-se realidade. Tenho que agradecer a governadora Roseana Sarney pelo espírito de cooperação e de reconhecimento para com uma entidade que trabalha no sentido de defender os interesses dos municípios maranhenses', afirmou Cutrim.
Dos deputados presentes no plenário, de acordo com a ata de registro, apenas Rubens Pereira Júnior (PC do B), Zé Carlos (PT), Othelino Neto (PC do B) e Eliziane Gama (PPS) votaram contra o projeto de lei.
Na mensagem encaminhada à Assembleia, a governadora Roseana Sarney ressaltou o importante trabalho desenvolvido pela Famem em prol dos municípios maranhenses ressaltando, ainda, que a construção da sua sede própria contribuirá para que a entidade aperfeiçoe este atendimento.
O terreno que será doado pelo Governo do Estado para construção da sede da Famem possui uma área de 4.485 metros quadrados e fica localizado nas imediações da própria Assembleia Legislativa.
Gil Cutrim informou que assim que o processo de doação for concluído, o que deverá acontecer nos próximos dias com a sanção do projeto por parte da governadora, reunirá a diretoria da entidade e demais municípios associados para discutir a elaboração do projeto arquitetônico da sede própria da Federação.
'Nossa ideia é construir um espaço dotado de toda a infraestrutura necessária para receber bem nossos associados, assim como oferecer aos mesmos serviços de assessoramento já existentes e implantar novidades. Iremos discutir o tema com todos e tomar as decisões de forma consensual', disse o presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário