quarta-feira, 26 de março de 2014

Bayern bate o Hertha e leva o título com sete rodadas de antecedência

 

Kroos, Götze e Ribéry marcam nos 3 a 1 em Berlim e garantem o 23ª caneco da Bundesliga - o primeiro com Pep Guardiola. Bávaros somam 19 vitórias seguidas

 
Pode não ter sido mais uma goleada, tão habitual sob o comando de Pep Guardiola. Para o Bayern de Munique, seria apenas questão de capricho. Com mais uma vitória, a 19ª consecutiva, os bávaros garantiram o bicampeonato alemão com sete rodadas de antecedência - o primeiro com o treinador catalão. Ele veio matematicamente com os 3 a 1 sobre o Hertha Berlim, nesta terça-feira, no Olympiastadion, pelo 27º jogo do esquadrão bávaro. Um recorde.
Superar o time de Jupp Heynckes é um dos grandes feitos desta equipe. No ano passado, o Bayern já havia sido campeão por antecipação em seis rodadas, no dia 6 de abril. Agora, leva o caneco, o 23º da Bundesliga para o clube (24º no geral, contabilizando a temporada 1931/32), ainda no mês de março, sem conhecer uma derrota sequer numa campanha quase perfeita. E poderá focar todos os esforços na batalha pelo bicampeonato da Liga dos Campeões - enfrentará o Manchester United nas quartas de final. Na Copa da Alemanha, o adversário será o Kaiserslautern, da Segunda Divisão, na semifinal.
Bayern de Munique campeão alemão taça bundesliga (Foto: Reuters)Capitão Philipp Lahm ergue a salva de prata da Bundesliga (Foto: Reuters)

Bayern de Munique x Hertha Berlim (Foto: AFP)Apito final e festa do título: brasileiro Dante era um dos mais animados (Foto: AFP)

Até mesmo um empate confirmaria a salva de prata, já que o Borussia Dortmund não fez o dever de casa no clássico do Vale do Rurh e apenas empatou por 0 a 0 com o Schalke 04, no Signal Iduna Park. Os aurinegros chegaram aos 52 pontos, contra 77 do Bayern. Restam sete rodadas - ou seja, apenas 21 pontos em jogo. O Hertha Berlim, com 36, seguirá em nono, sem correr perigo de rebaixamento e ainda sonhando com uma vaga na Liga Europa.
Há outras marcas a serem perseguidas por Guardiola e companhia. O de melhor ataque da história: faltam 22 gols para se igualar à time de 1971/72, comandado por Gerd Müller. O de melhor defesa: sofreu 13 gols, contra 18 da equipe de Jupp Heynckes de 2012/13. E a maior invencibilidade: não perde há 52 jogos na Bundesliga, em 28 de outubro de 2012. O grande recordista na Europa ainda é o Milan de 1991-1993, com 58 partidas.
- É inacreditável conquistar o título com essa sequência de invencibilidade. Estamos incrivelmente orgulhosos da nossa equipe e das nossas conquistas nesta temporada - disse o meia-atacante holandês Arjen Robben.
Bayern de Munique x Hertha Berlim (Foto: Reuters)Jogadores comemoram o gol de Toni Kroos, que abriu a 19ª vitória do Bayern na Bundesliga (Foto: Reuters)

2 A 0 AOS 13

O Bayern levou apenas seis minutos para dar o aviso de que o título sairia nesta terça. Foi quando Toni Kroos abriu o placar, em bonita jogada coletiva que contou com participação de Schweinsteiger e Müller. Novamente pela direita, Rafinha recebeu de Kroos e deixou para Schweinsteiger, que cruzou com perfeição para Mario Götze balançar as redes.

Müller, duas vezes, perdeu a chance de ampliar ainda no primeiro tempo e viu o Bayern sofrer por alguns instantes na etapa final. Em pênalti cometido pelo brasileiro Rafinha - Dante, assim como o lateral, atuou durante os 90 minutos -, o colombiano Adrián Ramos descontou com classe e deixou um clima de suspense em campo. Não durou tanto tempo assim: aos 33, Götze arrancou e deixou para Ribéry, que deu números finais com um lindo toquinho de cobertura. Dali para a festa foi mera formalidade.
- Tudo vem junto para nós. Jogamos um futebol fenomenal na temporada. Eu não achei que isso seria possível há dez anos, mas estamos muito satisfeitos e muito felizes por ter Pep Guardiola aqui. Ele fez o nosso jogo evoluir ainda mais - opinou o goleiro Manuel Neuer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário