segunda-feira, 17 de março de 2014

Márlon Reis lança livro em Imperatriz nesta segunda (17)

‘O Gigante Acordado’, retrata temas como mobilizações sociais, ficha limpa e reforma política.

Imirante com informações da Assessoria
Foto: Divulgação
Juiz Márlon Reis
IMPERATRIZ - “O gigante acordou? É a pergunta que nós, brasileiros, fazemos todos os dias. O que fazer a seguir? Por onde começar a mudança?” Estas são perguntas respondidas no livro O Gigante Acordado - Caminhos Para a Revolução Democrática Brasileira, de autoria do juís maranhense, Marlon Reis.
O lançamento será realizado nesta segunda-feira (17), às 19h, no Palácio do Comércio, no Centro. O evento é aberto ao público interessado nos temas mobilizações sociais, Ficha Fimpa e Reforma Política.
Num texto lúcido, informativo e esclarecedor, o juiz, titular da comarca de João Lisboa, explica como é possível manter o Brasil de pé por meio de uma profunda reforma política que começa nos direitos de cada cidadão e se reflete nos deveres de cada político.
"Assistimos a uma inédita ação coletiva que nos faz refletir sobre a sobrevivência da omissão que sempre nos atribuímos como brasileiros. Se por um lado não há como negar que um grande número de pessoas saiu às praças pela primeira vez, o que justifica a alusão ao gigante que finalmente abandona o leito esplêndido, não podemos esquecer que vem de longe a construção de um Brasil mais crítico, irresignado, capaz de se engajar em causas que ultrapassam os limites da perplexidade omissa que sempre marcou nossa cultura política", assinala o magistrado.
Segundo Márlon Reis, a sociedade não deseja a criminalização da política ou o seu sufocamento. Pelo contrário, as organizações sociais lutam pelo controle social e transparência das administrações públicas, pela aplicação plena da Ficha Limpa, pela instituição do voto aberto nos parlamentos e, querem, mais política e mais democracia.
Ainda para o magistrado, esta cobrança decorre do fato de "a sociedade brasileira está avançando, aprendendo, educando-se se e, com isso, dobrando as exigências".
Ao longo do livro, Reis, também, trata as características dos movimentos sociais, o papel doFacebook e do Twitter para mobilização das pessoas, a importância dos partidos políticos, como o financiamento das campanhas interfere no processo eleitoral, a liberdade de expressão e, acerca, da mulher no exercício da política.
Com informações da assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário