terça-feira, 6 de maio de 2014

Atacando Aécio e Campos



No ataque para sair das cordas
No ataque para sair das cordas
Na cúpula da campanha de Dilma Rousseff já está definido o tom dos primeiros ataques a Aécio Neves e Eduardo Campos.
A ideia é que Dilma, ela mesma, cobre de Campos a declaração dele de que se ele for eleito baixaria a meta de inflação de 3% ao ano. Dilma dirá que isso só poderia ser feito com arrocho de salários e desemprego.
Para Aécio ela reservará cobranças em relação às “medidas impopulares” que o tucano andou dizendo que não teria medo de tomar, em alguns debates com empresários. Dilma baterá forte. Dirá algo no tom de se Aécio teria coragem de dizer antes das eleições que medidas seriam essas, que afetariam a taxa de desemprego.
Pode ser que já hoje, no início da noite, no encontro nacional do PT, em São Paulo, Dilma lance os torpedos em seu discurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário