domingo, 25 de maio de 2014

O elenco de 'Pulp fiction' 20 anos depois

Há 20 anos, estreava "Pulp fiction: Tempo de violência", um filme que marcou não só uma geração de cinéfilos, mas também grande parte de seu elenco. O cultuado longa de Quentin Tarantino deu a John Travolta, Uma Thurman e Samuel L. Jackson uma indicação ao Oscar, e também significou uma importante revitalização em suas carreiras. Relembre o que os principais atores do filme (e o próprio diretor) fizeram após o sucesso de 1994.


Leia também: 'A Palma de Ouro é o maior prêmio da minha carreira', diz Tarantino

Leia também: Os 20 anos de 'Pulp Fiction' e sua influência na cultura popular


01 - John Travolta

Vincent Vega

"Pulp fiction" foi responsável por dar uma guinada na carreira de John Travolta, que, após estourar com "Os embalos de sábado à noite" (1977) e "Grease: Nos tempos da brilhantina" (1978), vinha sofrendo um declínio nos anos 1980. Depois de viver o gângster Vincent Vega no filme de Tarantino, o ator enveredou por uma carreira irregular, com alguns sucessos ("O nome do jogo", "A última ameaça", "A outra face", "Hairspray") e muitos fracassos. Em 2009, seu filho Jett morreu aos 16 anos. Conhecido adepto da Cientologia, o astro disse que conseguiu voltar a trabalhar graças à família e à fé. Aos 60 anos, não diminuiu o ritmo: há cinco filmes anunciados com Travolta no elenco.


02 - Amanda Plummer

Yolanda / Honey Bunny

Muito premiada no teatro, Amanda Plummer - embora tenha feito vários filmes em Hollywood nos últimos 20 anos - ganhou mais reconhecimento na era pós-Pulp Fiction pelo trabalho na televisão, tendo vencido dois Emmys pelas participações em "The outer limits" (1995) e "Law & order: Special Victims Unit" (1999). No ano passado, teve destaque em "Jogos Vorazes: Em chamas", no papel de Wiress.



03 - Samuel L. Jackson

Jules

Seu papel em "Pulp ficion", que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante, foi um dos mais aclamados de sua carreira, mas a filmografia de Jackson se mantém em alto nível 20 anos depois. Ele atuou em mais de 100 filmes desde então, além de ter formado uma parceria sólida com Tarantino. Artista versátil, incorporou papéis dramáticos ("Corpo fechado", "Fora de controle") e cômicos ("Serpentes a bordo", "Os incríveis"); trabalhou em longas de ação ("Triplo X", "Robocop") e fantasia ("Star wars"); e atualmente faz aparições nos filmes da Marvel na pele de Nick Fury, comandante da S.H.I.E.L.D.


04 - Uma Thurman

Mia Wallace
Pode-se dizer que "Pulp ficion" foi o grande responsável por alavancar a carreira de Thurman. Ela fez alguns filmes bem recebidos, como "Um encontro para sempre" (1995), "Feito cães e gatos" (1996) e "Gattaca" (1997) - um dos mais aclamados da filmografia da atriz. Mas também cometeu alguns deslizes, como "Batman & Robin" (1997). No fim dos anos 1990, passou a se dedicar mais à maternidade. Voltou com tudo em "Kill Bill", quando chegou a ser chamada de "musa de Quentin Tarantino". Recentemente, interpretou uma mãe histérica em "Ninfomaníaca: Volume 1", de Lars Von Trier.




Adicionar legenda

05- Bruce Willis

Butch
Assim como vários de seus colegas de "Pulp fiction", o filme de Tarantino foi responsável por dar um novo empurrão à carreira de Willis. Ele estrelou "Os 12 macacos" (1995), "O quinto elemento" (1997) e "O chacal" (1997). Foi nesse momento em que começou a amarcar fracassos de crítica (pelo menos "Armageddon", de Michael Bay, bombou nas bilheterias). Em 1999, sua interpretação dramática em "O sexto sentido" chamou atenção. Mas, no fim, manteve sua reputação de "ator de ação" - só em 2013, ele lançou "Duro de matar: Um bom dia para morrer", "G.I. Joe: Retaliação" e "RED 2".

    Adicionar legenda

    06 - Ving Rhames

    Marsellus Wallace
    Três anos depois de "Pulp fiction", Rhames venceu um Globo de Ouro pelo telefilme "Don King - O rei do boxe". Depois, consagrou-se como o personagem Luther Stickel, de "Missão impossível". Ele é o único ator, além de Tom Cruise, a aparecer em todos os filmes da série.

    Adicionar legenda

    07 - Quentin Tarantino

    A violência e o humor negro característicos dos filmes de Tarantino impediram que ele se tornasse diretor venerado por todos os tipos de espectadores. Depois de "Pulp fiction", o cineasta americano só amadureceu, emplacando um sucesso atrás do outro. No ano passado, por "Django livre", ganhou o seu segundo Oscar de melhor roteiro. No momento, o futuro de Tarantino é incerto. Existem rumores sobre uma possível terceira parte para "Kill Bill", mas não existe nada confirmado. E "The hateful eight", que seria seu próximo projeto, foi cancelado após o o vazamento do roteiro do longa.

    Adicionar legenda


    09 - Tim Roth

    Pumpkin (Ringo)
    Assim como Buscemi, Tim Roth também fez parte do elenco de "Cães de aluguel", no qual atuou no papel de Mr. Orange. O ator londrino seguiu movimentada carreira no cinema após "Pulp Fiction". Entre seus principais trabalhos, destacam-se a refilmagem de Tim Burton para "O planeta dos macacos" (2001), "O incrível Hulk" (2008) e "Rob Roy - A saga de uma paixão" (1995), pelo qual foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Roth interpreta o príncipe Rainier III em "Grace de Mônaco", cinebiografia de Grace Kelly que abriu o festival de Cannes deste ano, estrelada por Nicole Kidman. De 2009 a 2011, o ator brilhou como o psicólogo Cal Lightman em "Lie to me", cancelada pela Fox após três temporadas.


     




    10-Harvey Keitel

    The Wolf

    Com quase 50 anos de carreira, Harvey Keitel, o Mr. White de "Cães de aluguel", se destacou nos anos 1970 por seus personagens em "Caminhos perigosos" (1973), "Alice não mora mais aqui" (1974) e "Taxi driver" (1976), todos de Martin Scorsese. Em 1991, Keitel trabalhou em "Thelma & Louise" e "Bugsy", que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Depois de "Pulp Fiction", o ator apareceu em "Um drink no inferno" (1996), "Cop Land" (1997) e "Dragão vermelho" (2002), entre muitos outros.


















    12 - Christopher Walken

    Captain Koons
    Em mais de 50 anos de carreira, Christopher Walken brilhou na TV, no teatro e no cinema. Entre seus filmes destacam-se "Noivo neurótico, noiva nervosa" (1977), "O franco atirador" (1978), "Na hora da zona morta" (1983), "007 na mira dos assassinos" (1985), "Batman - O retorno" (1991) e "Prenda-me se for capaz" (2002). Walken é também muito lembrado como o protagonista dançarino do clipe "Weapon of choice" (2001), de Fatboy Slim, dirigido por Spike Jonze. O ator está no novo filme de Clint Eastwood, "Jersey Boys", com estreia prevista para o fim do próximo mês.

























    11

    Eric Stoltz

    Lance

    Eric Stoltz começou sua carreira como ator em "Picardias estudantis" (1982), de Cameron Crowe, com quem trabalharia em mais quatro filmes, com destaque para "Vida de solteiro" (1992) e "Jerry Maguire - A grande virada" (1996). Em 1985, Stoltz foi demitido por Robert Zemeckis de "De volta para o futuro" após cinco semanas de filmagens. O papel de Marty McFly marcaria a carreira de Michael J. Fox. Após atuar em filmes como "Adoráveis mulheres" (1994), "Anaconda" (1997) e "Efeito borboleta" (2004), Stoltz passou a se dedicar mais à televisão. Atualmente trabalha dirigindo episódios de séries como "Glee", "Californication", "Grey's anatomy" e "Nashville".



































    13 - Rosanna Arquette

    Jody


    Mais velha dos irmãos Arquette, entre os quais se destacam David e Patricia, Rosanna iniciou sua carreira nos anos 1980, quando atuou em "Procura-se Susan desesperadamente", ao lado de Madonna, e em filmes de diretores como Martin Scorsese, Hal Ashby e Luc Besson. Após "Pupl Fiction", ela trabalhou com David Cronenberg em "Crash - Estranhos prazeres" (1996). Nos últimos anos, Rosanna apareceu em diversas séries: "The L word", "Malcom in the middle", "Grey's anatomy", "Private practice" e, mais recentemente, "Girls", entre outras.



    Adicionar legenda

    14

    Maria de Medeiros

    Fabienne
    A lisboeta Maria de Medeiros fez sua estreia no cinema em "Henry & June - Delírios eróticos" (1990), de Philip Kaufman, no qual interpretava a escritora Anaïs Nin. Um ano depois, a atriz trabalhou em "A divina comédia", do hoje centenário cineasta português Manoel de Oliveira. Em 2001, Maria atuou em "O xangô de Baker Street", adaptação para o cinema da obra homônima de Jô Soares. A atriz portuguesa já dirigiu quatro filmes, duas ficções e dois documentários. Atualmente ela está filmando o novo filme de Abel Ferrara, "Pasolini", ao lado de Willem Defoe, sobre os últimos dias do cineasta italiano.

    15





    Stephen Hibbert

    The gimp
    Nascido na Inglaterra, Stephen Hibbert teve no sinistro - para dizer o mínimo - "The gimp" o papel pelo qual é mais lembrado. Depois de "Pulp Fiction", o ator fez pequenas pontas em filmes como "Austin Powers" (1999) e "A lenda do tesouro perdido: Livro dos segredos" (2007). Ele também trabalhou como roteirista, nos anos 1990, em "MADtv" e nas séries animadas "Tiny Toon", "The Pluck Ducky show" e "Animaniacs".

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário