terça-feira, 19 de agosto de 2014

O Rebu: audiência instável no Brasil, crítica em Portugal


 
Com vinte capítulos exibidos, dos 36 previstos, ‘O Rebu’ registra média de 16 pontos de Ibope. Um ponto a mais do que a novela das 23h da Globo exibida no ano passado, ‘Saramandaia’. As antecessoras ‘Gabriela’ (2012) e ‘O Astro’ (2011) alcançaram 19 pontos de média.
 
Os índices de ‘O Rebu’ são instáveis. Os capítulos exibidos às segundas, logo após ‘Em Família’ e agora ‘Império’, ficaram sempre acima dos 20 pontos. Já os episódios de terças, quintas e sextas, levados ao ar mais tarde, oscilaram entre 12 e 16 pontos.
 
Apesar da boa trama e da excelente produção, o remake não consegue segurar parte significativa do público do horário nobre quando ocupa a chamada segunda linha de show da Globo, com início por volta das 23h.
 
A partir desta semana, com o começo da propaganda eleitoral gratuita, ‘O Rebu’ entrará ainda mais tarde, entre 23h20 e 23h35. Essa mudança de horário na programação causada pelo blá-blá-blá dos partidos políticos poderá aumentar o dano ao Ibope da novela.
 
Em Portugal, onde é exibida pela emissora SIC na faixa da meia-noite desde 28 de julho, ‘O Rebu’ registrou na sexta-feira (15) seu recorde negativo: 4 pontos. Deixou o canal em terceiro lugar no horário. As informações são do instituto que afere a audiência, o CAEM/GfK.
 
Durante as duas primeiras semanas, ‘O Rebu’ herdou boa audiência da atração exibida no horário anterior, ‘Salve Jorge’, rebatizada por lá como ‘A Guerreira’. A dobradinha armada pela SIC funcionou.
 
Porém, com o final da trama escrita por Gloria Perez e exibida no Brasil entre outubro de 2012 e maio de 2013, ‘O Rebu’ passou a perder público. O mistério sobre a morte de Bruno (Daniel de Oliveira) não empolgou os telespectadores portugueses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário