sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Ativista do Femen poderá ser julgada no Vaticano após protesto no Natal


Ucraniana tentou levar Menino Jesus de presépio do Vaticano.
Ela poderá ser julgada por 'ultraje, atos obscenos em lugar público e roubo'.


A ativista do grupo Femen que tentou roubar, no dia de Natal, a estátua do menino Jesus na praça São Pedro, continua detida e poderá ser julgada por "ultraje, atos obscenos em lugar público e roubo", informou o Vaticano, nesta sexta-feira (26).

A jovem Iana Aleksandrovna Azhdanova, originária da Ucrânia, está detida em uma cela da Gendarmeria Vaticana.
No dia de Natal, com os seios à mostra e nos quais se podia ler "God is a woman" (Deus é uma mulher), ela correu até o presépio montado no meio da praça, que estava cheia de visitantes.A jovem agarrou a estátua até ser presa por um segurança.
Seu ato "deve ser considerado como particularmente grave pelo lugar e pelas circunstâncias, já que ofende, de forma intencional, os sentimentos religiosos de várias pessoas'" alegou o porta-voz do Vaticano, o padre Federico Lombardi.
A Justiça vaticana pode decidir julgar diretamente os atos cometidos em seu território, ou "expulsar" seus autores para a Itália, disse.
O movimento feminista Femen nasceu na Ucrânia e, sempre com os seios expostos, suas ativistas se opuseram ao antigo regime pró-russo do país, assim como à Igreja ortodoxa. Depois, espalhou-se pela Europa, onde critica a Igreja católica, acusando-a de ser retrógrada em relação aos direitos das mulheres.
Um empresário italiano também está detido no Vaticano, após ter escalado no último domingo, pela quinta vez, a fachada da basílica de São Pedro em protesto contra uma medida europeia.
Combinação de fotos mostra ativista do grupo feminista Femen sendo detida ao tentar roubar a estátua do Menino Jesus do presépio do Vaticano. Ela exibia a frase 'God is woman' (Deus é mulher) escrita no corpo (Foto: Vincenzo Livieri/AFP)Combinação de fotos mostra ativista do grupo feminista Femen sendo detida ao tentar roubar a estátua do Menino Jesus do presépio do Vaticano. Ela exibia a frase 'God is woman' (Deus é mulher) escrita no corpo (Foto: Vincenzo Livieri/AFP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário