Eduardo Braga e Kátia Abreu são anunciados como ministros do segundo governo Dilma
Com o anúncio de Eduardo Braga (PMDB-AM) e Kátia Abreu (PMDB-TO) para chefiar as pastas de Minas e Energia e Agricultura, respectivamente, o novo ministério de Dilma Rousseff passa a ter três senadores — Armando Monteiro (PTB-PB) já havia sido escolhido no início do mês para o Desenvolvimento.
O primeiro governo Dilma, porém, começou com mais senadores no primeiro escalão. Iniciaram o governo, em 1º de janeiro de 2011, Alfredo Nascimento (PR-AM) nos Transportes; Aloizio Mercadante (PT-SP) na Ciência e Tecnologia; Edison Lobão (PMDB-MA) em Minas e Energia; Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) na Previdência; e Ideli Salvatti (PT-SC), na Pesca. Os mandatos de Mercadante e Ideli, no entanto, encerraram-se logo em seguida, em 31 de janeiro.
Ao longo dos quatro anos do governo, outros senadores comandaram ministérios. Gleisi Hoffmann (PT-PR) chefiou a Casa Civil de junho de 2011 a fevereiro deste ano. Marcelo Crivella (PRB-RJ) assumiu o Ministério da Pesca em março de 2012. Ao retornar ao Senado, em março deste ano, foi substituído no governo por seu primeiro-suplente, Eduardo Lopes (PRB-RJ). Marta Suplicy (PT-SP) foi ministra da Cultura de setembro de 2012 a novembro último. (Agência Senado)