terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Projeto transforma alunos de engenharia em "jornalistas"

POSSIBILIDADES

 


A ideia é aproximar os alunos com assuntos da cidade; eles falaram sobre a Caema.
0
A ideia é aproximar os alunos com assuntos da cidade; eles falaram sobre a Caema. -Divulgação/Internet
IMPERATRIZ – Alunos do primeiro período do curso de engenharia elétrica, do Instituto Federal do Maranhão (Ifma), de Imperatriz, viraram jornalistas, por um dia. O projeto, desenvolvido pelo professor André Santos, da disciplina de Português Instrumental, propôs que os universitários interagissem com os assuntos da cidade, por meio de um jornal, no formato impresso.
Demonstrando habilidades de um profissional da imprensa, o estudante Bruno Oliveira, de 19 anos, conta que a experiência foi interessante e satisfatória. E, apesar de não pretender exercer a profissão de jornalista, Bruno descreve o prazer que teve em produzir reportagens.
“Quando eu e meu amigo começamos a escrever, as palavras fluíram de forma rápida e prazerosa. Foi uma forma nova de expressar o que pensamos, mantendo uma linguagem acessível e em alguns casos até irônico, mas sem perder a credibilidade”, avalia Bruno Oliveira.
O tema escolhido para a pauta foi pensando com o objetivo de levar uma discussão conhecida pela maioria dos cidadãos, como justifica o estudante: “Decidimos fazer um jornal regional e atual, que fosse leve e informal. Optamos pelo tema Caema, pois ele se tornou corriqueiro e vem causando muita indignação e constrangimento aos imperatrizenses”.
Bruno Oliveira detalha que o projeto levou duas semanas para ser produzido. E fala, com orgulho, que o grupo apresentou o jornal nessa quarta-feira (26) e teve comentários positivos e instigadores por parte do professor e de quem olhou o resultado dos seus esforços.
Com esperança, os universitários revelam que pretendem lançar a versão do projeto para apreciação do público.
“Queremos lançar a versão impressa do jornal para distribuir nos lugares, mas não sabemos ainda como fazer”, completa o aluno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário