Depois de entregar a faixa ao governador eleito Flávio Dino (PCdoB), no fim da tarde desta quinta-feira, 1º de janeiro, no Palácio dos Leões, o deputado estadual Arnaldo Melo (PMDB) retornou à Casa Legislativa para reassumir o cargo de presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão.
arnaldo-melloDeputado estadual Arnaldo Melo (PMDB)
Arnaldo Melo chegou à Assembleia, acompanhado de sua esposa, Valderês Melo onde foi recepcionado pelo deputado estadual Max Barros (PMDB) que agora volta a ocupar a vice-presidência.
Na ocasião, Max falou que cumpriu o seu dever exatamente como manda a Constituição. “Tenho muita satisfação em receber o presidente da Casa de volta. Eu passei a frente da Casa apenas alguns dias, dando apenas continuidade ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido pela Mesa e pelo presidente Arnaldo Melo. Acho que cumpri minha missão assim como o deputado Arnaldo melo cumpriu sua missão constitucional no tempo que esteve à frente do governo do estado”, declarou.
Arnaldo Melo, por sua vez, avaliou, em poucas palavras, o período em que esteve à frente do governo do Estado.  “Nós tivemos a incumbência de assumir o governo devido ao afastamento da ex-governadora Roseana Sarney. Ela renunciou e o presidente da Assembleia Legislativa assumiu e cumpriu todos os compromissos possíveis, como de agilizar os programas e os projetos do Estado procurando respeitar a legislação, sempre focado na legislação”, disse.
O presidente ainda se reportou ao deputado Max Barros elogiando o seu trabalho. “Deixamos aqui um deputado como presidente da Casa da maior qualidade e da maior capacidade administrativa, ex-secretário de Estado por varias vezes, parlamentar experiente eleito varias vezes. Eu tenho a honra de ser colega de parlamento do deputado Max, um maranhense legitimo apaixonado pela sua terra e causas políticas. Foi um brilhante presidente, e agora continuará como deputado que está reeleito”, elogiou.
Arnaldo Melo continua como presidente até o dia 31 de janeiro, quando encerra sua carreira política. Em seguida, dia 1º de fevereiro haverá uma nova eleição da mesa diretora.