reino-unidobebadatattoorepromirror
Britânica mostra tatuagem de pênis feita durante uma festa. Foto: The Mirror / Reprodução
Se beber não se tatue: há quase quatro anos a britânica Holly Aston, de 21 anos, vem escondendo uma tatuagem que fez aos 17, durante uma festa, sob o efeito de bebidas alcoólicas.
O desenho - um pênis, localizado em seu ombro direito - fora feito pelos amigos de Holly, utilizando materiais comprados pela internet.
Além do pênis, Holly também tatuou, na mesma ocasião, a palavra “dick” (pênis, em tradução livre) no quadril.
“Foi tão fácil comprar uma arma de tatuagem. Você consegue as agulhas, tudo para operar o instrumento por cerca de R$ 200. Não havia nenhuma instrução de como esterilizar. Somos sortudos por não ter contraído nenhuma infecção, pois nos tatuamos em uma festa, tínhamos bebido. Foi algo estúpido”, conta a jovem ao The Mirror.
Sem dinheiro para remover o desenho constrangedor, a jovem procurou ajuda de um programa de TV que mostra casos de intervenções no corpo. “Estou na quinta sessão para tirar e os dois desenhos já estão quase removidos. Achei que meus pais fossem me matar, mas minha mãe ficou mais chateada por eu não contar. A piada não tem mais graça nenhuma”, afirmou  a jovem.