DSC_0141 (1)-1Luís Henrique Sales Santos, 19 anos
SÃO LUÍS – No Brasil, entre seis milhões de vestibulandos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio, apenas 250 estudantes tiraram nota mil na redação, representando o índice de 0,004% do total. Neste pequeno grupo, está o maranhense Luís Henrique Sales Santos, 19 anos, ex-estudante do Colégio Universitário da Universidade Federal do Maranhão (Colun).
O estudante, morador do bairro Gapara, área Itaqui-Bacanga, estudava seis horas por dia, entre as 22h e as 3h da manhã. Ele conta que preferia esse horário, pois não havia barulho. “Os sons automotivos durante o dia impediam a minha concentração. A noite era silenciosa e facilitava a revisão do conteúdo dado no cursinho”, ressaltou.
Luís perdeu 25% da audição devido à paralisia cerebral, mas isso não impediu que ele se dedicasse aos estudos, principalmente quando as disciplinas eram Física e Matemática. E para aqueles que desejam também tirar a nota máxima na redação do vestibular, ele diz que devem “insistir, persistir e não desistir de seus sonhos”.
Luís conta que, ao obter o resultado e descobrir que tinha tirado nota mil, ficou surpreso, pois esta foi sua primeira participação no Enem. A mãe dele, Dourizan de Sales Santos, está toda orgulhosa pelo resultado do seu primogênito. “Eu estou muito orgulha em ter esse filho estudioso e dedicado. Nós plantamos e agora estamos colhendo. Esse é um momento de muita alegria e vamos continuar sempre o apoiando nos objetivos dele”, ressaltou.
DSC_0137Luís Henrique Sales Santos e a mãe dele, Dourizan de Sales Santos
Ela contou ainda que o pai se preocupava com os horários de sono do filho, já que, no dia seguinte, ele acordaria cedo para ir ao Curso Preparatório. Luís Henrique aguarda o resultado do Sistema de Seleção Unificada (SISU), pois deseja cursar Bacharelado em Ciência e Tecnologia. “Quando souberam do resultado, todos vieram nos parabenizar. Nós viemos de uma luta muito grande, e os moradores do nosso bairro conhecem e reconhecem o esforço dele. Meu filho é um exemplo para o País”, afirmou Dourivan de Sales.