domingo, 18 de janeiro de 2015

Flávio Dino reúne cúpula da Segurança para avaliar ações de combate ao crime


 
O governador Flávio Dino reuniu, nessa sexta (16), a cúpula da Segurança Pública para uma rodada de avaliação dos índices de violência e combate ao crime no Maranhão. Nos 16 primeiros dias de Governo, houve aumento na apreensão de armas de fogo e determinação de forte combate ao tráfico de drogas, em especial o consumo de crack.
Através de ações planejadas e articuladas, o Governo do Estado do Maranhão inicia um ciclo de ações emergenciais para diminuir os índices de violência que aumentaram progressivamente ao longo dos últimos anos. Na reunião realizada nesta sexta-feira (16), no Palácio dos Leões, foram definidas as ações para o mês de janeiro, além de um relatório semanal sobre as ações desencadeadas com vistas à promoção da paz.
Uma delas foi a operação “Fecha Quartel” ocorrida na Região Metropolitana de São Luís, que resultou na prisão de responsáveis por latrocínios, apreensão de drogas e armas de fogo em diversos pontos da capital e cidades do entorno. Para o êxito da operação, foram realizadas barreiras policiais e incursões dentro dos bairros, que contaram com policiais do Esquadrão Garra II, da Rotam e do policiamento ordinário.
Na Segurança, operações de prevenção como busca por armas de fogo, desbaratamento de quadrilhas especializadas em assalto a bancos e combate ao tráfico de drogas foram realizadas para retomar a presença do Estado na promoção da segurança. Foram iniciadas também, em parceria com a Caema (Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão) as ações da Defesa Civil para serem desbaratadas caso haja período de estiagem no Estado.
As ações dentro do Sistema Penitenciário também foram discutidas, dentre elas, o conhecimento dos novos parâmetros de organização interna dos detentos. Foram recolhidos celulares e a distribuição dos detentos foi redimensionada para evitar conflitos no interior das penitenciárias. O Governo do Estado também vai retomar as obras de construção de presídios no interior do Estado e garantir sua conclusão ainda este ano. Todas as ações visam pôr fim à crise penitenciária desencadeada há um ano, durante a gestão anterior.
GOVERNADOR MONITORA AÇÕES – Desde que iniciou a nova administração do Governo do Estado, são realizadas ações planejadas e articuladas entre a Secretaria de Segurança Pública, a Secretaria de Administração Penitenciária, a Delegacia Geral do Estado e os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.
Todas as semanas, o governador analisa junto aos comandantes de cada setor da Segurança Pública e da Administração Penitenciária os resultados das operações e das ações realizadas, como forma de acompanhar de perto um dos temas que mais afligem os maranhenses. O objetivo é colocar progressivamente os índices de violência em uma escala decrescente, com ações de prevenção e combate ao crime.
Participam das reuniões semanais Flávio Dino, Marcelo Tavares (chefe da Casa Civil), Jefferson Portela (secretário de Segurança Pública), Murilo de Oliveira (secretário de Justiça e Administração Penitenciária), delegado Augusto Barros (delegado geral), coronel Marco Antônio Alves (Polícia Militar) e coronel Célio Roberto Araújo (Corpo de Bombeiros).

Nenhum comentário:

Postar um comentário