segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Dana: Spider não está pronto para Weidman, mas pode lutar com GSP

Presidente do Ultimate afirma que, se canadense quiser, combate pode acontecer

Apesar de Dana White ter declarado poucas semanas antes de Anderson Silva enfrentar Nick Diaz que, em caso de vitória do brasileiro, ele iria direto para uma disputa de cinturão, o dirigente parece ter desistido da ideia. A vitória por decisão unânime sobre o americano no último sábado, no UFC 183, não convenceu o presidente do Ultimate, que se colocou disponível para marcar uma super luta contra Georges St-Pierre, caso o canadense decida voltar ao octógono e aceite enfrentar o Spider, mas mostrou-se contra a trilogia com Chris Weidman.

- Se GSP quisesse essa luta, provavelmente eu faria acontecer. Não acredito que ele esteja pronto para Weidman. Weidman o venceu duas vezes, depois venceu Machida, tem Belfort pela frente, então veremos o que acontece com Anderson - disse, em entrevista para a "ESPN".
Anderson Silva (Foto: Evelyn Rodrigues)Anderson Silva (Foto: Evelyn Rodrigues)
Sobre a vitória de Anderson, Dana White declarou que esperava mais momentos de trocação, além da imprevisibilidade do brasileiro, mas não foi isso que viu.
- Obviamente, assim como outras pessoas, esperava mais trocação. O estilo de Nick Diaz é esse. Ele avança, encara e provoca, mas também dá muitos socos. E Anderson Silva é um desses caras que pode aparecer com qualquer coisa. Um chute frontal na sua cara, joelhadas voadoras, mas não vimos muito isto. Por outro lado, é preciso entender que ele vem de uma lesão devastadora na qual se recuperou. Isso não é basquete ou beisebol. É um esporte de luta entre dois homens em contato direto. Disse antes da luta começar que teria muito jogo mental envolvido nessa luta, e que o Anderson precisaria dos cinco rounds - analisou.
A respeito da lesão na costela de Weidman, Dana disse que não é grave e acredita que ele possa voltar a lutar em maio.
- Voltará em breve. Não é uma grande lesão, mas é uma lesão na costela e qualquer um que já se lesionou ali sabe que dói para tossir e espirrar, imagine para treinar e lutar. Ele vai se recuperar. Quem sabe conseguimos fazer essa luta em maio - finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário