sexta-feira, 27 de março de 2015

Apresentador da Record grita, e diretor ameaça abandonar programa

O apresentador no cenário do Domingo Show, programa que completou um ano no ar domingo

Por DANIEL CASTRO, em 27/03/2015 · Atualizado às 09h40 O vice presidente de jornalismo da Record, Douglas Tavolaro, teve que agir nesta semana para amenizar uma crise entre o apresentador Geraldo Luis e o diretor do Domingo Show, Virgilio Abranches. No último domingo, em um ataque de estrelismo, Geraldo desrespeitou ordens de Abranches e, durante um intervalo comercial, gritou para o jornalista que o programa era dele. Abranches imediatamente deixou o switcher (sala de comando e corte de imagens) e disse para Geraldo Luis arrumar outro diretor. O profissional só continua no programa porque Tavaloro acalmou os ânimos.
A discussão entre os dois ocorreu justamente porque Abranches pediu para Geraldo Luís chamar um intervalo comercial, e o apresentador não o fez. Nos bastidores da Record, os comentários são de que Geraldo Luis voltou a sofrer da "síndrome de Geraldo Brasil", referência ao programa de estreia do apresentador na Record, em 2009. Na época, Geraldo "estrelou" e surtou com o diretor Vildomar Batista, hoje no programa de Gugu Liberato. Geraldo Brasil não durou muto no ar.
Geraldo Luis também tem pressionado a direção do Domingo Show para manter seu rosto sempre na tela. Quando não está em um videotape, exige do diretor, pelo ponto eletrônico, que se divida a tela e coloque sua imagem do estúdio, assistindo ao material em exibição. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário