sexta-feira, 27 de março de 2015

O inferno astral do advogado Rafael Silva

Rafael Silva em ação na Ordem, que silenciou sobre o caso
Rafael Silva em ação na Ordem, que silenciou sobre o caso
Nas modernas civilizações mundiais, é comum pessoas caírem em desgraça ao ser desmoralizado publicamente em situações contrárias àquilo que ele defende.
No Maranhão, o advogado Rafael Silva vive este momento.
Em ascensão como membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA e representante da Sociedade de Direitos Humanos, Silva também se notabilizou pela contundência com a qual peitava até deputados em defesa das causas que acreditava.
Mas hoje, para as entidades de direitos humanos do Maranhão, sua atuação é uma farsa.
Rafael Silva foi denunciado por agredir a própria companheira.
De acordo com a investigação, o caso foi registrado na Delegacia Especial da Mulher em maio de 2014, e no dia 27 de fevereiro de 2015 a denúncia formalizada pelo MP foi recebida pelo juiz Nelson Melo de Moraes Rêgo.
Ele alega que a acusação é injusta. (Leia aqui)
E a situação provocou reação inclusive daqueles que lutavam ao lado de Rafael.
Nada menos que 49 entidades de defesa dos Direitos Humanos emitiram “Carta Aberta à Sociedade” em que condenam  a atitude do “suposto defensor dos Direitos Humanos” e relatam nada menos que seis casos de agressão à ex-namorada. (Leia a carta aqui)
É um ocaso espetacular, portanto…

Nenhum comentário:

Postar um comentário