sexta-feira, 26 de junho de 2015

Clima ainda é de medo de ações criminosas nas vilas Natal e Colier


Algumas famílias já retornaram para suas casas, mas ainda temem pela segurança nos bairros
Casa posta à venda na Vila Natal, um dos bairros alvos de criminosos

Casa posta à venda na Vila Natal, um dos bairros alvos de criminosos (Foto: Biné Morais)
Hoje faz 10 dias que criminosos causaram uma onda de medo em moradores da Vila Natal, no bairro Coroadinho, fazendo com que muitas famílias deixassem as suas casas sob a ameaça de que, se permanecessem, seriam mortas. Passados esses dias, o clima no local ainda é de medo.
Na tarde de ontem, O Estado esteve na área de onde as famílias foram expulsas de suas casas e constatou que algumas pessoas já retornaram e tentam retomar suas vidas. Uma mostra disso eram crianças brincando nas ruas, mas a grande maioria das casas ainda permanece fechada.
Mesmo assim, as pessoas que estão no local se recusam a comentar o assunto com medo de sofrer algum tipo de represália, uma vez que na região impera a chamada “lei do silêncio”.
No local, também é possível observar nas paredes das casas pichações com nomes de facções criminosas que disputam o controle do tráfico de drogas na Região Metropolitana de São Luís. Conforme informado pelo Governo do Estado, o policiamento já foi reforçado na região, mas o tempo em que a equipe de O Estado permaneceu no local, nenhuma viatura da polícia foi vista.
Vila Colier - A mesma situação está sendo registrada na Vila Colier, localizada na Zona Rural de São Luís, onde diversas famílias foram obrigadas a deixar as suas casas com medo de ser alvos de ataques criminosos. Algumas famílias já retornaram também, mas a maioria das residências também permanecem fechadas.
As pessoas que estão no local também se recusam a comentar sobre o assunto. Aquelas que aceitaram falar, apenas o fizeram sem ter o nome revelado. “A verdade é que a situação aqui ainda está complicada. Só estou aqui porque não tenho outro lugar para morar. Quando dá seis da tarde, as pessoas entram e se trancam dentro das casas com medo”, disse uma das moradoras do bairro. Ela também afirmou que viaturas policiais estão fazendo incursões pela localidade, mas que não está sendo suficiente para devolver o clima de paz para o bairro.
Mais
Atualmente, comunidades inteiras na Região Metropolitana de São Luís estão ficando reféns de facções criminosas que espalham o medo por onde passam. Além da Vila Natal, no Coroadinho, e da Vila Colier, na Zona Rural, localidades do Pão de Açúcar e de Panaquatira (São José de Ribamar) também estão sendo cada vez mais dominadas por criminosos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário