quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Último dos moicanos! Justiça suíça autoriza extradição e Marin aceita


Brasileiro foi o último dos sete dirigentes da Fifa presos em maio a ter a situação resolvida

José Maria Marin (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
José Maria Marin será extraditado para os Estados Unidos (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
A Justiça da Suíça autorizou nesta quarta-feira a extradição do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, para os Estados Unidos. Ele foi o último dirigente da Fifa preso por corrupção em contratos televisivos no fim de maio, na véspera da eleição na entidade, que teve o pedido da Justiça norte-americana aceito. O cartola brasileiro teria 30 dias para recorrer da decisão, mas aceitou a extradição em interrogatório nesta terça-feira.
Desta forma, a Oficial Federal de Justiça poderá autorizar de imediato a extradição de Marin por meio de um processo simples. De acordo com as leis da Suíça, o dirigente tem dez dias para ser entregue a policiais dos Estados Unidos e levado para América do Norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário