Desde que estreou em fevereiro, o filme "50 Tons de Cinza", dirigido por Sam Taylor-Johnson, tem se tornado alvo de polêmicas de grupos de combate à violência doméstica e recebido críticas da mídia especializada e, agora, de especialistas no assunto sexo.
 
Em um vídeo para site de americano de humor Funny Or Die, as atrizes pornô Nadia Styles, Mercedes Carrera e Nina Elle listaram cinco razões para elas odiarem o primeiro filma da trilogia.
Reprodução
As atrizes pornô Nadia Styles (à esq.), Mercedes Carrera e Nina Elle
 Para elas, o filme é só um "clichê de um homem dominador e uma mulher submissa"; "há pornografia grátis na internet", "é mal escrito e mal interpretado", "não mostrar sexo 'de verdade'" e. por último, "é melhor prestigiar o cinema independente, do que este tipo de filme".
O filme foi inspirado no best-seller homônimo da escritora britânica E L James e narra a história de uma relação sadomasoquista entre Anastasia Steele (Dakota Johnson) e Christian Grey (Jamie Dornan).
Com informações da "Folha"