quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Lidiane Leite e ex-secretários são denunciados por desvio de recursos

A ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, e os ex-secretários Humberto Dantas dos Santos e Antônio Gomes da Silva foram acionados por desvios de recursos e outros crimes

Lidiane Leite continua foragida
O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) ajuizou ação criminal na Justiça Federal do Maranhão contra a ex-prefeita de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite, o ex-marido Humberto Dantas dos Santos e o ex-secretário municipal de agricultura, Antônio Gomes da Silva, em decorrência da prática de crimes de desvios de recursos federais destinados à merenda escolar (recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE/2013, no montante de R$ 292.324,00), fraude licitatória e associação criminosa.


Em razão do caso ser sigiloso, o MPF requisitou o compartilhamento das provas para embasar futura ação de improbidade contra os denunciados, bem como solicitou o encaminhamento de cópia dos autos à Polícia Federal para instauração de novo inquérito policial para investigar outras irregularidades.
O caso
Lidiane Leite foi eleita prefeita de Bom Jardim aos 22 anos depois que o então namorado, Beto Rocha, teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral baseada na Lei da Ficha Limpa. Lidiane era de família humilde até o envolvimento com o pecuarista sergipano Beto Rocha. Durante pouco mais de dois anos, ela administrou a cidade de forma polêmica. Por duas vezes foi afastada do cargo, mas conseguiu retornar pelas vias judiciais. Em 2014, alunos da rede municipal precisaram ser liberados mais cedo das aulas, por não haver merenda nas escolas. O Ministério Público Estadual denunciou o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário