terça-feira, 1 de dezembro de 2015

O conivente silêncio de Neto Evangelista

Deputado estadual genro de Maura Jorge preferiu esconder-se da polêmica envolvendo a prefeita e o governador Flávio Dino, quando poderia ter saído bem maior do episódio em Lago da Pedra


O bate-boca Dino X Maura; e Neto, cabisbaixo, no canto
O bate-boca Dino X Maura; e Neto, cabisbaixo, no canto
O deputado estadual Neto Evangelista (PSDB) poderia ter saído de Lago da Pedra, no sábado 28, bem maior politicamente; e consolidado como candidato a prefeito de São Luís.
Bastaria que, para isso, tomasse uma posição clara – uma só, qualquer que fosse – no episódio envolvendo a prefeita do município, Maura Jorge (DEM), e o governador Flávio Dino (PCdoB) . (Releia aqui e aqui)
Mas Neto Evangelista preferiu o silêncio. Um silêncio conivente, covarde até.
Equilibrando-se entre a gratidão àquela que lhe garantiu o mandato – com forte votação em Lago da Pedra – e o chefe do governo ao qual decidiu servir após a eleição, Evangelista perdeu a oportunidade de mostrar que é um líder político, alguém pronto para exercer o poder no Maranhão.
Para muitos, Flávio Dino foi descortês, covarde, autoritário, mal educado com Maura Jorge; outros acham que ele seguiu apenas o ritual estabelecido pelo cerimonial, inclusive com a aceitação de Maura Jorge.
O site de Evangelista: nenhum tópico sore o tema; última postagem é de 26 de novembro
O site de Evangelista: nenhum tópico sore o tema; última postagem é de 26 de novembro
Mas ninguém sabe o que Neto Evangelista pensa.
Desde então, o parlamentar tucano desapareceu, sumiu da discussão pública.
Nem em seu perfil no Facebook ele resolveu falar. Sua última postagem é de quinta-feira, 28, quando mostrou mais uma vez a servidão a Dino, falando de suas ações na Secretaria e Desenvolvimento Social.
Evangelista ainda sonha em ser candidato pelo PSDB, apesar de não agir corretamente para conquistar o espaço.
E o silêncio sobre Lago da Pedra mostrou que ele, de fato, não está preparado para função.

Nenhum comentário:

Postar um comentário